quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Renovando a Aliança

Sermão pregado em 01/03/2008
INTRODUÇÃO:
Título:
Renovando a Aliança com Deus;
Texto: Gn 9,8-17;
Assunto: Renovação da Aliança;
Tema: Aliança
Exórdio:
Quarta-feira entramos no chamado Ciclo Pascal, ou seja, um período do calendário litúrgico que vai desde a Quaresma, Semana Santa, Páscoa até o dia 31 de maio no culto de Pentecostes. Nesse período da Quaresma até a Páscoa, seis semanas, estaremos usando o Roxo-Lilás compondo a mesa do altar. Essas cores são para enfatizar a preparação, a expectativa, a saudade, a contrição e o arrependimento; episódio que retoma a tradição bíblica do arrependimento com cinzas e pano de saco narrado no livro de Jonas 3,5-6.
É um momento extremamente oportuno para refletir sobre a confissão e o valor do perdão de Deus na vida do ser humano; das vezes que o ser humano errou na caminhada cristã, do arrependimento, mas, sobretudo, do perdão de Deus e seu renovo, sua restauração.

Explicação:
Irmãos(ãs)! Deus criou o homem Sua imagem e semelhança para “dominar os peixes do mar, as aves dos céus, sobre o gado, os répteis e sobre toda a terra” (Gn1,26). Este por sua vez, com sua desobediência a Deus (Gn 3,6), teve sua queda sendo expulso do paraíso. A partir de então, o homem começa a se multiplicar sobre a terra e, conseqüentemente o pecado (Gn 6ss). Com a corrupção do gênero humano, a Bíblia em Gn 6,6 diz: “Então, arrependeu-se o Senhor de ter feito o homem sobre a terra, e isso pesou-lhe o coração”. Deus se arrependeu de ter feito o homem, a tal ponto, que enviou o dilúvio para destruir a sua criação. No entanto, ele escolheu a família de Noé (8 pessoas) para preservar as espécies.
O capítulo 9 que está após o dilúvio reflete os planos de Deus para preservar a humanidade। Isso acontece através de um acordo, uma aliança de Deus com Noé, ou seja, o arco colocado nas nuvens (v.13). Aquele que conhecemos como Arco-íris. Essa foi a primeira vez que Deus estabelece sua Aliança com o homem. Ao longo da Bíblia a palavra Aliança aparece quase quatrocentas vezes, o mais interessante é que somente no texto de Gn 9,8-17 (o texto de reflexão), a palavra “acordo”, ou “concerto”, “aliança” (de acordo com as traduções) aparece sete vezes (cf. 9,11,12,13,15,16,17). Isso tem um significado muito grande porque o número sete na Bíblia revela a perfeição de Deus. Portanto, Deus não fez uma aliança qualquer com o homem, mas uma aliança perfeita para perdurar por toda a eternidade.


Por diversas vezes o homem quebra essa aliança e, Deus prontamente estabelece uma nova aliança com seu povo, ou confirma a Aliança feita anteriormente। Podemos chamar o AT de Antiga Aliança e o NT de Nova Aliança.


Proposição: Sendo assim, gostaria de apontar três momentos, além do texto que Deus estabelece a Aliança com Noé, em que Deus renova ou confirma a Aliança na vida da humanidade.


Palavra chave: Momento - Interrogantes: Quais?
DESENVOLVIMENTO:

Transição: O primeiro momento é...
I- A Aliança feita com Abrão em Gn 17,2-8.
a. Passado: Diz o texto: “Eu sou o Deus todo poderoso, anda na minha presença e sê perfeito. Farei uma aliança entre mim e ti, e te multiplicarei extraordinariamente (...) (v.4) Quanto a mim, será contigo a minha aliança, serás pai de numerosas gerações, seu nome já não será Abrão, mas Abraão, porque por pai de numerosas gerações te constitui”.
Deus firmou a Aliança com Abrão de fazê-lo pai de uma grande nação, mas tinha um critério para essa Aliança ser cumprida, isto é, “anda na minha presença e sê perfeito” (v।2). Deus convocou Moisés e o povo de Israel para andar na presença dele, somente assim a promessa, aliança poderia sercumprida.


b. Presente: Irmaõs(ãs), Deus nos chama para “andar na sua presença”। Se você estabelece um acordo, firma uma aliança, um contrato de um empréstimo, quando alguma cláusula é quebrada, violado por algum motivo, automaticamente você vai ter que pagar juros e outras coisas mais ao renovar o acordo.


Se em algum momento você quebrar a aliança com Deus, automaticamente Ele se dispõe a renovar essa Aliança contigo, mas exige que você ande em sua presença, que “busque a santificação sem a qual ninguém verá o Senhor”, essas são as exigências de Deus para você ser abençoado(a).


Transição: o segundo momento é ...
II- a Aliança feita com Moisés do Monte Sinai em Êxodo 19,4-5
a. Passado: Diz o texto: “agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha vós e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha; vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa। São estas as palavras que falarás aos filhos de Israel”. Moisés vai ao Monte Sinai para receber instruções da parte de Deus, os dez mandamentos. Novamente Deus coloca uma condição ao homem, “Se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, serás minha propriedade peculiar”


b. Presente: O que é uma propriedade peculiar? É um tesouro separado, é a possessão de alguma coisa। Em outras palavras, Deus disse a Moisés: “se ouvirem a minha voz e guardarem os meus mandamentos, vocês serão meu tesouro escolhido”.


Irmãos(ãs), Deus nos dá a bênção. Não podemos ficar como dizia Raul Seixas: “E eu aqui trancado em meu apartamento, com a boca cheia de dentes esperando a morte chegar”. Não espere a tua bênção chegar, Deus já lhe deu, basta você “andar na presença (dele) e ser perfeito”; “ouvir a voz de Deus e guardar a sua aliança”. É preciso fazer por onde ter a bênção de Deus. Vá atrás de tua bênção: ore, busque, jejue se entregue a Ele. Deus lhe chama para renovar a Aliança com Ele nessa noite.

Transição: Por último, além da aliança com Abrão de andar na presença de Deus e ser perfeito, e com Moisés de ouvir a voz de Deus e guardar a sua aliança, o terceiro e principal momento é...


III- A nova aliança de Jesus redimindo a humanidade em Mt 26,28
a. Passado: O texto diz: “porque isto é o meu sangue, o sangue da [nova] aliança, derramado em favor de muitos, para remissão de pecados”.
[1]
Não foi uma ou duas vezes que o povo distanciou-se de Deus, mas várias vezes. Em todas elas a iniciativa de renovar com o homem partiram de Deus. Novamente Deus tem a iniciativa de estabelecer a aliança com o homem através de Jesus. Ao celebrar a ceia, Jesus enfatiza que Ele é a nova Aliança para redimir a humanidade e, todo aquele que recebe essa nova aliança, recebe também o Reino de Deus em abundância na sua vida.

b. Presente: Deus quer de nós somente uma coisa। Ele não precisa de teu dinheiro, teu carro, teus bens. A igreja é que precisa de dinheiro porque ela tem despesas com água, luz, salários pastorais, materiais didáticos para as crianças, reformas no templo... A Igreja que precisa de dinheiro; Deus requer de nós somente o coração. Se nosso coração pertence a Deus, somos fortes, pois a palavra de Deus diz em II Cr 16,9: “Quanto ao Senhor, os seus olhos passeiam por toda a terra, para mostrar-se forte com aqueles cujo coração é totalmente dele” (IICr 16,9).


Deus exige de nós somente uma entrega total de nosso coração a Jesus; fazendo isso estamos renovando a Nova Aliança com Ele e, essa Nova Aliança que redime o homem do pecado e o faz alcançar a vida eterna.


Em determinado momento da história que o povo de Israel quebrou a Antiga Aliança, Deus vai dizer que o povo se aproximava dele, o louvava com os lábios, mas o coração estava longe do Senhor, porque eles praticavam um ritual que maquinalmente aprenderam. Portanto, o nosso coração precisa estar voltado para Deus, para a Nova Aliança em Jesus.

Transição: Concluindo...
Neste período de quaresma, preparação, contrição e arrependimento, que possamos voltar nosso coração para o altar do Senhor em resposta a renovação da Nova Aliança com Jesus.
Não deixe passar a oportunidade de colocar aos pés da Cruz, tua vida como um ato de entrega ao Senhor. O altar é um lugar de bênção. Seja abençoado por Deus andando na presença Dele, ouvindo a sua voz e guardando a Sua aliança e, entregando teu coração em favor da Nova aliança. Quando você faz esse ato de entrega, Deus IMEDIATAMENTE ordena a sua bênção e a vida para sempre sobre você.
Jesus não nos prometeu uma vida fácil, no entanto, nos alertou: “no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo” (Jo 16,33), para que onde eu esteja estejais vós também Se você está disposto(a) a renovar teu compromisso com Deus, a tua aliança com o Senhor, certamente Deus vai te fazer forte, porque o seu coração é totalmente dele.


Que Deus nos ajude nesta difícil Missão!


José Geraldo Magalhães Júnior (Pr. em Jardim Ipê, SBC)
[1] Sociedade Bíblica do Brasil: Bíblia De Estudo Almeida - Revista E Atualizada. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005, S. Mt 26:28. Meu sangue, o sangue da [nova] aliança: Cf. Êx 24.6-8; Jr 31.31-34; Zc 9.11; Hb 10.29; 13.20; ver Lc 22.20.

3 comentários:

Anônimo disse...

foi muito bom esse estududo,que DEUS continue te abençoando Pr.

Anônimo disse...

muito boa sua colocação à luz da palavra de DEUS.

José Geraldo Magalhães Júnior on quinta-feira, setembro 02, 2010 4:53:00 AM disse...

Obrigado meu irmão! Volte sempre nesse espaço! Fique com Deus!

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz! Comente aqui!

 

Reflexões pastorais Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template