terça-feira, 28 de maio de 2013

Ação de Deus no silêncio: desafios para a Igreja no livro de Ester

Deus não é citado no livro de Ester. O Espírito Santo também não. No entanto, Deus age em silêncio. A providência divina é simplesmente à ação d’Ele por meio do seu povo. Deus põe algumas pessoas à frente das demais, para poder salvar através das atitudes delas, os seus escolhidos e toda a nação. Por essa razão, o talento que Deus lhe deu precisa ser exercitado em favor de todas as pessoas, em benefício de todos aqueles que necessitam.

Nos dois primeiros finais de semana de maio tive a oportunidade de ir ao Amazonas acompanhar um grupo de voluntários em missão como jornalista e, obviamente como pastor. Foram 16 voluntários, dentre eles médicas, dentistas, enfermeiros, professoras e pastores. Navegamos pelos rios Negro e Solimões no Barco Hospital Metodista para dar assistência médica, odontológica, espiritual e educação às comunidades ribeirinhas. Foram oito comunidades visitadas – quase 500 pessoas beneficiadas pelos voluntários que colocaram os dons em prol do Reino de Deus. Só foi possível levar o evangelho integral aquelas pessoas porque houve disponibilidade e amor a missão.

Algo que para nós é comum, como por exemplo, um par de tênis, sandálias, calça jeans, para a população ribeirinha, quase não existe. As pessoas que moram às margens dos rios, na maioria das vezes, andam descalças ou de chinelo e bermudas, porque durante as cheias, os rios aumentam o nível das águas e elas vivem praticamente ilhadas, isoladas e distantes de Manaus. Atendimento médico pelo município, quando tem, é uma vez por mês. Ouvi histórias de Agentes Comunitários de Saúde que já fizeram partos dentro de canoas porque não dava tempo de chegar às unidades de saúde. 

As devocionais diárias e experiências vivenciadas durante o dia e compartilhadas à noite, novamente me chamaram à atenção. O processo de conversão passa sim, pelo emocionalismo, pela empolgação da descoberta do evangelho, mas, sobretudo, pela justiça e amor. Ao converter a Cristo, nos convertemos também à justiça. Há pessoas que precisam da sua ação, de sua atitude, de uma palavra amiga, de um conforto espiritual. A missão acontece do lado de fora da Igreja, vai além da instituição religiosa, seja ela qual for.

Quanta pressão o povo judeu passou nos dias de Ester. Mas havia entre eles pessoas que tiveram a oportunidade de agir por meio de recursos humanos e políticos, sob a inspiração silenciosa do Espírito Santo de Deus, e de obter a salvação do povo. Normalmente é assim que Deus faz. Ele age por meio das pessoas! Da mesma maneira Jesus alertou os discípulos sobre as dificuldades que enfrentariam, e com isso, eles passaram a questioná-lo sobre onde está o Reino de Deus. A resposta foi bem prática: “O Reino de Deus está entre vós” (Lc 17.21).

O livro de Ester nos ensina a arte de governar, a arte de conviver politicamente, de usar a influência das pessoas que exercem autoridade para obter a prática da justiça e o bem das pessoas que necessitam de socorro. Você tem muito a contribuir! Há pessoas ao seu lado que estão aguardando a sua atitude, sua manifestação para que o silêncio de Deus se manifeste por meio de sua vida e alcance outras vidas.

Deus abençoe ao estudar o livro de Ester.
Do amigo e pastor José Geraldo Magalhães Jr.




1 comentários:

Angela Garcia on quarta-feira, junho 26, 2013 5:49:00 AM disse...

Maravilhosa postagem, Pr. Falou muito ao meu coração. Deus abençoe sua vida e seu ministério!

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz! Comente aqui!

 

Reflexões pastorais Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template